Júlio César de Oliveira é bronze no lançamento do dardo nos Jogos Pan-Americanos

Written By Podio Sport on domingo, 26 de julho de 2015 | 08:54


.

Lançador do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA, que ficou seis anos sem melhorar marca pessoal, tem excelente 2015: bateu duas vezes o recorde brasileiro e sobe ao pódio em Toronto




 São Caetano do Sul - Júlio César de Oliveira conquistou a medalha de bronze no lançamento do dardo dos Jogos Pan-Americanos nesta sexta-feira (24/7/2015), na York University. O pódio premia o atleta do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA, que bateu duas vezes o próprio recorde brasileiro na prova em 2015 após seis anos sem conseguir melhorar suas marcas. Júlio ficou em terceiro com o lançamento de 80,94 m. Ele esteve na zona de premiação durante toda a disputa e fez seus três lançamentos válidos acima dos 80 metros. "Tomara que os 80 metros agora virem o meu antigo 70 metros (que alcançava com frequência). Estou muito feliz com a medalha de bronze." 

Júlio César: bronze no dardo em boa temporada

A sexta tentativa, muito boa, poderia ter dado ao lançador o ouro e, talvez, um novo recorde brasileiro. Mas Júlio se desequilibrou e acabou tocando a parte externa do corredor. "Perdi o equilíbrio. Fui com tanta vontade que não consegui segurar, me desequilibrei antes. Infelizmente o último lançamento teria sido o melhor da minha vida, acho que valeria o ouro. Mas estou feliz do mesmo jeito." O campeão olímpico Keshorn Walcott, de Trinidad e Tobago, ficou com o ouro (83,27 m) e o americano Riley Dolezal, com 81,62 m, foi prata.

Júlio Cesar, depois de lesões, recordes brasileiro e pódio
 em Toronto
Júlio César, campeão mundial de menores em 2003 e bronze no Mundial Juvenil em 2004, não conseguia melhorar seu recorde pessoal, e também brasileiro, que era de 80,05 m, desde 2009, devido a uma série de lesões. Mas, em 2015, conseguiu superar o período de frustrações. Em 12 de junho, no Campeonato Sul-Americano de Lima, venceu a competição com 81,22 m. Às vésperas do Pan de Toronto, lançou 83,67 m no Torneio FPA, em 11 de julho, superando o índice do Mundial de Pequim, em agosto, e da Olimpíada do Rio, em 2016. E quer mais. "Acredito que pelos lançamentos que fiz hoje, que não foram tecnicamente bons, eu consiga chegar aos 85 metros ainda neste ano. A minha meta é essa".
A medalha de Júlio César foi a terceira em provas de campo no Pan de Toronto - todas foram conquistadas por atletas do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA. Na terça-feira, Jucilene Sales de Lima, também do dardo, conquistou a medalha de bronze. Na quinta-feira, foi a vez de Ronald Julião, do lançamento do disco, ficar com a prata. Os três atletas treinam com João Paulo Alves da Cunha.

Neste sábado, último dia de provas de pista, Vanusa Henrique dos Santos disputará a final do revezamento 4 x 100 metros. O Brasil passou à decisão, que será às 20h40 (de Brasília), com o quarto tempo (43s24). Hugo Balduíno e Wagner Francisco Cardoso também brigam por medalha, no 4 x 400 metros, na última prova do dia, às 23h10. O time masculino fez o quarto tempo na semifinal (3min01s66).
  Veja a tabela de competições do atletismo no Pan de Toronto

Mais informações: www.clubedeatletismo.com.br e www.clubedeatletismo.org.br


A I / Contrapé de Jornalismo 
Foto / Agência Luz / BM&FBOVESPA / Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário